fbpx
Reprodução/Forbes

Reprodução/Forbes

Casacos de pele veganos são o ponto alto da empresa

Consumo consciente não se trata apenas de comer hambúrgueres veganos –também passa pelo uso de peles veganas. Essa é a tese da empresa de casacos de pele cruelty-free Apparis, que acaba de levantar US$ 3 milhões para expandir sua linha de moda online nos Estados Unidos e internacionalmente.

Os produtos da Apparis são vendidos em grandes lojas, como Bloomingdale’s, Saks Fifth Avenue, Intermix e outras –o atacado representou 60% da receita de US$ 7,3 milhões da empresa em 2019. A confecção espera aumentar esse número em 2020 e usará os US$ 3 milhões do financiamento para lançar sua linha em 20 varejistas de 12 países europeus, da França à Croácia. Investidores incluem a supermodel empresária Karlie Kloss e o quarterback do New England Patriots Cam Newton, um vegano hardcore que embarcou no projeto da Apparis depois de visitar a loja da marca em Nova York, bem como Third Kind Venture Capital e Exor Seeds.

LEIA MAIS: Selfridges lançará sua primeira coleção de fashion rental

O conceito de marca multinacional é um sucesso para as cofundadoras Lauren Nouchi, 29 anos, e Amelie Brick, 37 anos, que lançaram seus produtos veganos em uma pop-up do Brooklyn, em 2017. Embora ambas venham de Marselha, a cidade mais antiga da França, elas se conheceram em Boston, e mais tarde se reconectaram em Paris, onde decidiram pedir demissão e lançar a Apparis. No início de 2018, a Bloomingdale’s solicitou uma avaliação da coleção de outono da marca –objetivo importante para a maioria das marcas de moda– mas Nouchi e Brick ainda não tinham desenhado uma. Isso não seria problema para as empreendedoras. Elas organizaram um acampamento de quatro semanas no apartamento de Nouchi, em Paris, e, de lá, presentearam a gigante de luxo com 12 casacos veganos cruelty-free em cores fortes como fúcsia e lavanda. A Bloomingdale’s fez um pedido de 5.000 peças. 

“Nunca pretendemos ser uma marca de atacado, mas recebemos o contato de lojas de departamentos como a Bloomingdale’s e a Saks muito cedo, nos pedindo para apresentar a coleção”, diz Amelie Brick, CEO da marca. “Foi assim que começamos a trabalhar no atacado e a crescer muito rápido. Mas, na verdade, precisávamos de dinheiro para fazer a Apparis crescer internacionalmente.”

Isso, com sua missão e perfil, ajudou a colocar a Apparis na lista Forbes 30 Under 30 2020, na categoria arte e estilo. Tendo começado do zero, a empresa só agora está aceitando um investimento externo com esta nova rodada de financiamento.

A Apparis alcançou os holofotes da moda com sua jaqueta Goldie. O produto bestseller de de US$ 230 é um casaco sintético com capuz, de corte amplo e caimento logo abaixo da cintura e chegou ao mercado com a popularidade crescente do conceito vegano. O interesse pelo veganismo atingiu um pico histórico em janeiro, de acordo com dados do Google Trends, que coincidem com o fim do incêndio florestal australiano que matou e deslocou três bilhões de animais selvagens. A “The Economist” relatou em 2019 que 25% das pessoas entre 25 e 34 anos se declararam veganas ou vegetarianas, enquanto em 2018 apenas 3% da população afirmava isso, de acordo com Gallup. As vendas de carne à base de vegetais dispararam nos primeiros meses da pandemia: a Tofurky, que vende 35 produtos de carne alternativa à base de vegetais, aumentou as vendas em 40% no ano a ano, enquanto as marcas veganas Morningstar Farms e Gardein aumentaram as vendas em 66% e 60% em março e abril, respectivamente, em relação aos mesmos períodos de 2019.

No ano passado, a Apparis fez uma colaboração de jaquetas com a ícone da moda Diane von Furstenberg. Com os novos fundos, a empresa espera fazer parcerias com mais casas de moda tradicionais e expandir as vendas por meio de mídia social. Com lançamentos programados de linhas de tricô, homewear e gênero neutro, a Apparis está buscando seu lugar como marca vegana e cruelty-free para climas mais frios.

“Temos desenvolvido o negócio de forma realmente intensa. Por muito tempo, não nos pagamos pelo trabalho, apenas investimos de volta cada dólar que recebemos”, diz Brick. “Foi uma aventura realmente ótima.”

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Participe do canal Forbes Saúde Mental, no Telegram, e tire suas dúvidas.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

O post Apparis arrecada US$ 3 milhões para expandir moda vegana apareceu primeiro em Forbes Brasil.

Por Forbes Brasil
https://forbes.com.br/negocios/2020/08/apparis-arrecada-us-3-milhoes-para-expandir-moda-vegana/

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *